logo-site

zodiac_signs_print_available_by_yuhon-d3ap63n

Sempre quando conversamos sobre nossos signos astrológicos e falamos sobre suas qualidades negativas, ouvimos a mesma ladainha de sempre da qual estamos francamente cansados. “Cancerianos são muito emotivos”, “Arianos não são nada fáceis”, “Taurinos são teimosos”…na maioria das vezes em que criticam um signo, estão criticando uma pessoa em específico. Não há embasamento de conhecimento astrológico, embora não seja de todo ruim fazer a crítica baseada em pessoas conhecidas do signo em discussão.

Mas se você quer saber realmente qual o lado negativo de cada signo astrológico, chegou a hora. Esqueça os papos levianos sobre astrologia e veja o que, de fato, pode existir de ruim em cada pessoa de cada signo. 

Continue Lendo…

Gostou do Post? Compartilhe:

Reprodução/National Geographic

As cirurgias plásticas convencionais provavelmente não chamam mais tanta atenção há algum tempo. De fato, a menos que você seja um leitor ávido de um tabloide qualquer, é pouco provável que você gaste horas preciosas do seu dia lendo sobre a nova celebridade que garantiu que os peitos pudessem chegar alguns segundos antes em qualquer lugar — o que é facilmente conquistado com alguns mililitros de silicone.

Mas o que dizer dos procedimentos abaixo? Uma orelha de elfo? Barriga de “tanquinho” esculpida em gordura (uma ironia e tanto)? Ou ainda uma intervenção para garantir a integridade da sua “pokerface”, concedendo vantagens na mesma de jogo?

Reprodução/YouTube

É verdade que há casos em que a justificativa para a cirurgia relativamente bizarra não poderia ser ignorada. É o caso, por exemplo, da revolucionária técnica de cultivar partes do corpo, implantando-as temporariamente em algum lugar, para então colocá-las onde definitivamente devem ficar (pode ser tanto uma orelha quanto um nariz). Mas a cirurgia para ganhar “covinhas” dificilmente figuraria nesse grupo, hein?

Enfim, confira abaixo 15 procedimentos da cirurgia plástica que ainda podem surpreender os não leitores de tabloides.

Continue Lendo…

Gostou do Post? Compartilhe:

O arqueólogo e curador do Museu Britânico, Irving Finkel, fazia uma apresentação sobre seu livro “A Arca Antes de Noé”, quando uma pessoa se aproximou para mostrar uma peça da coleção de seu pai, bastante interessante. Finkel, de início, pensou que fosse mais um entre os muitos objetos que costuma receber. A antiguidade da peça, contudo, o surpreendeu.

E, assim, o pesquisador levou a peça para uma análise detalhada. Conclusão: trata-se de um dos documentos mais importantes da história da humanidade. O documento de quase 4 mil anos enumera os materiais e descreve as medidas necessárias para a construção da mítica Arca de Noé, com uma precisão e engenho nunca antes vistos. Datado de 1750 a.C, o valioso objeto apresenta uma “História da Inundação”, relato que tem diversas semelhanças com a passagem bíblica do livro do Gênesis. E traz ainda a lista de materiais que Deus teria dado a Noé para a construção da arca.

Continue Lendo…

Gostou do Post? Compartilhe: